One Direction

 

Em 2010, Harry Styles, Louis Tomlinson, Niall Horan, Liam Payne e Zayn Malik se inscreveram, individualmente, para a sétima temporada do The X Factor, reality show britânico que busca talentos. Nenhum deles foi classificado para a segunda etapa da competição, mas a então jurada Nicole Scherzinger teve a ideia de uni-los em um grupo e trazê-los de volta ao reality. A boyband, intitulada One Direction, voltou apresentando “Torn”, hit da década de 90 performado originalmente por Natalie Imbruglia.

Ainda durante a competição, o One Direction atingiu fama e popularidade sem precedentes dentro e fora da Grã-Bretanha, o que fez com que os garotos derrotassem diversos concorrentes e se tornassem finalistas do The X Factor. O One Direction terminou em terceiro lugar, atrás somente do campeão, Matt Cardle, e da segunda colocada, Rebecca Ferguson.

Em 2011, a boyband assinou com a Syco e lançou seu primeiro álbum de estúdio, intitulado Up All Night. O álbum contém composições de Ed Sheeran, Kelly Clarkson e Tom Fletcher (McFly). O primeiro single do grupo, “What Makes You Beautiful“, estreou no topo da UK Single Charts, principal parada musical do Reino Unido. Em novembro de 2011, eles assinaram um contrato com a Columbia Records na América do Norte. No mês seguinte, o One Direction iniciou a Up All Night Tour, que contou com 62 shows na Grã-Bretanha.

O segundo álbum da banda, Take Me Home, foi lançado em novembro de 2012. A banda embarcou para sua primeira turnê a nível mundial, a Take Me Home Tour, em fevereiro de 2013. Na turnê, a banda filmou seu documentário One Direction: This Is Us, que mostrou de perto o cotidiano do grupo durante os shows. Os álbuns Midnight Memorius e FOUR vieram depois para mostrar que o sucesso do One Direction não seria passageiro e que Styles e seus colegas estavam marcando a história da música britânica.

Em março de 2015, Zayn Malik anunciou sua saída do grupo após se ausentar de diversos shows da banda. Harry, Louis, Niall e Liam finalizaram, juntos, a On The Road Again e produziram mais um álbum, Made in the A.M., antes que o One Direction entrasse em hiato para que seus integrantes pudessem seguir suas próprias influências em carreira solo.